Dizem por ai que você  se renovou, está mais colorida, mais alegre, mais moderna. Mas você está muito mais que isso. Continua belíssima. As vezes nostálgica, as vezes alegre e outras tantas vezes,triste  que é como no fundo, somos todos nós. Ou deveríamos. Um pouco de cada coisa. Sei também que cada cidade especial tem uma alma. A sua é de pura poesia, nas casas de azulejos coloridos, nas ruas estreitas, nas pequenas lojas que habitam cada esquina, no velho bonde elétrico que não se importa com o tempo. Ladeira acima, pela ESTRELA, Ladeira abaixo pela ALFAMA. O cheiro de castanhas, que é tão seu. Só você, Lisboa, tem esse cheiro inconfundível de outono.

E sabe quando nos apaixonamos?  Quando seus mirantes, incomparáveis, se descobrem. Em uma rua, de repente. Em um telhado, que não se imagina. Em um jardim, que sempre esteve lá…porque cidades antigas tem isso: essa coisa especial que ninguém explica. Essa volta ao tempo, em cada noite.

E o rio que passa manso, sempre, sempre…azul-turquesa, verde-esmeralda, cinza e rosa, ao mesmo tempo. Testemunha silenciosa de tantas partidas…

Você foi feita para se descobrir a pé, como já fizeram tantas vezes Fernando Pessoa e Eça de Queiroz- Inspiradora, grande culpada de tantos dramas e tantos amores perdidos. Mas quem pode, de verdade, culpar-te? É a sina que carrega por seu tão bela, tão dramática. Tão Lisboa.

Sua música é o fado. Queira ou não, ele está aí. Impregnado nas paredes, nas casas, nas conversas de rua, no cotidiano. Dizem que para cantar, mesmo, de verdade, o fado, tem que ser de Lisboa, tem que conhecer essa cidade, profundamente- e respeitar suas dores, suas despedidas, seus segredos.

Eu, aqui, de tão longe, carrego um pouco de você em mim- não só. Porque sou do Brasil, e tenho, portanto, outra alma, outras cores e outros aromas. Falo palavras muito diferentes das suas e escuto outra música. Mas entendo sua beleza. E me apaixono mais uma vez por esses amores impossíveis…

Categories: Viagens

6 Responses so far.

  1. Roberta Mestieri disse:

    Dri, ler suas lindas palavras e ter vivido Lisboa em sua companhia e do Fábio foi uma experiência única. Lisboa para mim tem agora um outro brilh e outro sabor!

    beijos e saudades

    Roberta Mestieri

  2. Roberta Mestieri disse:

    Dri, ler suas lindas palavras e ter vivido Lisboa em sua companhia e do Fábio foi uma experiência única. Lisboa para mim tem agora um outro brilho e outro sabor!

    beijos e saudades

    Roberta Mestieri

  3. Christina Chaib dos Reis disse:

    Adriana

    É sempre um prazer enorme ler o que vc escreve! A delicadeza e a sensibilidade estão na ponta de seus dedos quando vc digita tão lindas palavras! Sim, elas saem da doçura de seu coração! É assim que enxergo e que percebo você nos seus escritos!
    Depois dessa sua bela carta a Lisboa, sinto-me desejosa por conhecê-la um dia!!!
    Beijos, querida!

  4. Therezinha disse:

    bela declaração de amor a Lisboa! Vc colocou mto sentimento! beijos

  5. Marta disse:

    Amei suas ternurinhas azuis no meio de doces palavras!…Beijos
    tia Marta

  6. patricia disse:

    Dri, Que demais essa descrição poetica de Lisboa!!!! Você escreve com mãos de palavra de fadas!!!! Parabens!!!! Lindo!!!! Viajamos junto com você!!!! Beijos Pat

Leave a Reply


Novos Posts

PROGRAMAÇÃO DE OUTUBRO

Posted on out - 4 - 2016

2 Comments

Vasos

Posted on ago - 29 - 2016

0 Comment

Próximas Aulas Mês de...

Posted on ago - 29 - 2016

1 Comment

Blues & Greens

Posted on ago - 15 - 2016

1 Comment